Alo Amigo!

O final de semana esta marcado na história dos países Brasil e Bolívia que se uniram em prol a família do menino Kevin Espada, morto no mês de fevereiro por um sinalizador atirado em partida do Corinthians diante San Jose, pela Copa Libertadores da América.

O caso é de comoção publica, pois se trata da vida de um ser humano, principalmente de um adolescente que teria toda uma vida pela frente e por incoerência de outro ser humano que não mediu as consequências dos seus atos.

Mas diante dos fatos, por que os clubes tem que pagar por erros de outros clubes? Afirmo isso, pela questão de que os clubes brasileiros estão em fases decisivas de competições importantes. Vejam por exemplo o Atlético-MG que emprestou o Ronaldinho Gaúcho e Rever para a seleção, o São Paulo emprestou o Osvaldo e Jadson, dentre outros atletas que podem sofrer alguma lesão muscular e desfalcarem os seus respectivos clubes, deixando-os sem opções ou até mesmo, forcando mudanças estratégicas definidas pelos treinadores.

Não sou a favor em fazer a política da boa vizinhança, sendo que foi um torcedor corinthiano que provocou esse problema e quem deveria fazer doações seria o próprio Corinthians. É muita hipocrisia da parte dos dirigentes da CBF dizerem que estão estreitando o laço entre as duas nações.

Esse amistoso não serve nem pra testes, pois muitos jogadores sequer serão utilizados ou convocados novamente. A meu ver, se querem que a seleção brasileira limpe a imagem do país, deveria o Felipão convocar jogadores do Corinthians somente ou vou mais além, se é pra que ajudar a família do garoto, por que não reverte a renda do próximo jogo diante do San Jose para os familiares?

E o Timão não tem responsabilidade alguma pelo que aconteceu e sim, os inconsequentes torcedores alvinegros que utilizaram os artefatos no estádio, em Oruro.

Estreitar laços? Que nada, os brasileiros querem sensibilizar a justiça boliviana para que liberem os 12 corinthianos presos desde o ocorrido.

O tema é muito delicado e o que eu não concordo é que esperaram acontecer algo de tamanha proporção para iniciarem um relacionamento mútuo. Convenhamos, os jogadores sempre criticaram o país de Evo Morales e, todas as vezes que viajam para lá, o principal motivo de reclamação é a temível altitude.

É por isso que eu digo, você quer resolver qualquer problema de grande impacto,  organize uma partida de futebol ou marque um churrasco com amigos. No caso do Brasil, o futebol foi a solução da mais nova forma de politicagem mundial.

Sidney Botelho – @dalhedalhenogol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code