Alô Amigo! A oratória é um tabu para muitas pessoas e os profissionais sentem muita dificuldade ao longo da carreira, por motivos que os incomodam continuamente, gerando preocupação em relação ao resultado que apresenta ao líder ou para algum cliente, no caso de empreendedores ou pessoas ligadas ao departamento comercial de uma companhia.

Todos nós nascemos com nossos dons e a comunicação é um deles, mas todos os talentos podem ser aprimorados com prática e dedicação. Todavia, a pessoa interessada tem que entender que aquilo é para a sua evolução, pois não adianta o investimento em cursos e quando encerrado o ciclo de aquisição do conhecimento, negligenciar a ação de aprender literalmente o que se propôs a estudar.

A oratória é uma das disciplinas mais dinâmicas, quando praticadas na sua integralidade e sua precisão, levando o indivíduo ao estágio de êxtase quando alcançado o objetivo alheio, sendo este, uma apresentação impactante, emocionante ou aquela que lhe rendeu o maior faturamento dentro da sua empresa.

Quando eu escolhi me dedicar a ensinar as pessoas, com técnicas de presença de palco, de persuasão, de envolvimento, dentre outras, sempre eu reforço três pontos fundamentais para se conquistar uma plateia e se baseia em uma maneira natural e simples de contar histórias e gerar reflexão entre todos que o assistem.

Tudo se inicia em entender o que se quer passar, pois o púbico está pronto para ouvir e levar algo para a própria vida. Nos dias atuais, temos que agregar com informações e quando a história tem procedência dos fatos e a relevância se faz presente com detalhes, números e veracidade dos fatos, incluindo as tradicionais provas sociais, a aceitação será efetiva e com isso, aumentará a credibilidade do interlocutor.

Quando o público aceita a história e se envolve com toda a sinergia criada, sendo em negociações, treinamentos técnicos, palestras ou em outras oportunidades no geral, o orador chegará no segundo ponto fundamental para a excelência de sua apresentação, que é a conexão. A aceitação do público, referente a informação e ao conteúdo, aumenta o interesse do que foi oferecido e gera expectativa, permite ao apresentador entender que o objetivo do encontro está prestes a ser alcançado.

Em todas as histórias contadas ou exemplificadas ao público em geral, deve conter a intensão da mensagem compartilhada com a plateia. A forma de explanação tem que ser construtiva para a mudança de direção e este ponto fundamental deve constar em todos os enredos, criados anteriormente pelo orador.

A oratória é contextualizada por várias técnicas e ferramentas, porém foi com a ferramenta de contar histórias nos ramos de TI/Telecom, Rádio e TV, além de Eventos, que eu alavanquei as minhas profissões com êxito e, em cada uma delas, sempre utilizei em minhas apresentações, negociações, encontros, discussão de projetos ou simplesmente em diálogos familiares, histórias com os três pontos fundamentais para prender a atenção de quem se prontificou me ouvir: procedência, conexão e intensão.

No mundo corporativo e nos negócios, precisamos de pessoas envolventes e afirmo que todos os grandes oradores, são na verdade, contadores de história. Então, conte algo para alguém e seja um orador ficará para a história.

Inscreva-se no meu Canal do Youtube : https://www.youtube.com/sidneybotelho

Venha fazer parte do meu grupo do TELEGRAM: https://t.me/joinchat/NiJfbxkdzvOgXo1MQogfrg

Me siga no Instagram: https://www.instagram.com/sidneybotelhooficial/

Se conecte comigo no Linkedin: https://www.linkedin.com/in/sidneybotelho/

Venha para nosso Congresso AGIRR PARA VENCER, dois dias de transformação… – Conheça mais no Instagram – https://www.instagram.com/toyecoaching/

Viva o momento com coração e coração!

Abraços!

Sidney Botelho (instagram @agirrparavencer)