Alo Amigo! O futebol brasileiro voltou a ser o palco de grandes estrelas e neste final e semana mais um atleta consagrado, no futebol internacional, retorna para a sua origem literalmente, pela segunda vez. O atacante Robinho retorna ao Santos Futebol Clube com o desejo de ajudar o time a reviver bons momentos que viveu há anos anteriores, quando ainda contava com o jovem Neymar.

O retorno do “Rei das Pedaladas”, como ficou conhecido no inicio do novo milênio, decorrente ao drible aplicado no lateral Rogério, na decisão do Brasileirão 2002, quando foi o grande nome daquele jogo diante do Corinthians.  Justamente será o Timão o adversário da partida de reestreia com o manto sagrada da Vila.

A negociação com o Peixe se dá pelo mal momento vivido pelo craque no Milan-ITA. O atleta perdeu espaço na equipe italiana e por pouco não foi negociado com o futebol americano, seguindo os passos do ex-companheiro de seleção e clube, Kaka, que esta no São Paulo, mas com contrato assinado com o Orlando City.

Robinho já esteve em outra ocasião no Santos e quando passou pelo clube, ajudou o desenvolvimento de Neymar e Paulo Henrique Ganso, que surgiam para o futebol e tiveram a oportunidade de crescer com um dos ídolos do passado.

Realmente esta claro que o futebol brasileiro tem espaço para craques, vide que temos muitos espalhados por todo o território nacional, porém jogadores que voltam super-valorizados e com o status de ídolos de suas torcidas, por outro lado, aproveitam a oportunidade para se aprimorarem tecnicamente para retornarem ao Velho Continente com a mesma qualidade que foram anos anteriores.

Quem ganha com isso é o torcedor que vai aos estádios para apreciar a arte de atletas diferenciados e vê a possibilidade de êxito do seu respectivo clube na competição que disputa.

O profissionalismo de cada atleta que retornou, ao futebol nacional, se dá ao amadurecimento que adquirem no exterior. Eles valorizam o espaço dado, mais do que quando saíram ou chegar nos clubes nas negociações anteriores.

Robinho no Santos, Kaka no São Paulo, Lucio no Palmeiras, dentre outros são os nomes consagrados que chegaram para encerrar a carreira em seu país. Alguns podem jogar no futebol árabe ou no novo mercado que esta aparecendo, que é o futebol norte-americano.

Amigo torcedor, se eles estão em fim de carreira e estão vestindo a camisa do seu clube, faça valer a notoriedade deles e valorizem mais ainda a história de que fez algo de bom para o nosso futebol, que aos poucos esta sendo esquecido por não se ter profissionalismo dos dirigentes e em muitos casos, dos próprios jogadores.

O futebol brasileiro precisa de craques para motivarem os mais novos a praticarem o esporte mais popular do país, pois com a modernização das cidades, os campinhos de várzea estão acabando da mesma forma que se extingue o menino boleiro que saia das ruas para as Arenas.

Feliz Dias dos Pais! Parabéns à todos que sabem dar valor ao filho!