Alo Amigo! Feliz domingo de Páscoa para todos e que o dia de hoje seja de muita paz e alegria, lembrando os valores familiares e o encontro da família para compartilhar a magia da felicidade!

E felizes estão os brasileiros, pois começa o Brasileirão 2014, a edição que terá a denominação do Campeonato Brasileiro da COPA! Mas uma coisa não tem nada haver com a outra e, se alguém pensa que o torneio de seleções ajuda, se engana, só atrapalha, já que os clubes ficam um mês e meio sem os seus atletas e, consequentemente, o ritmo da competição nacional cai gradativamente e pode custar mudanças de postura dentro do campo.

Mas diante de tanta confusão jurídica, resquícios do julgamento do STJD que decidiu que a Portuguesa deveria disputar a série inferior a da elite, a competição deste ano começa como terminou a de 2013, com uma mancha preta e sem credibilidade para que a disputa e quem a patrocina.

Na sexta-feira, a Lusa protagonizou o capitulo atual da novela “CAI ou NÃO CAI”, jogando por menos de 20 minutos e deixando o campo, com uma liminar na mão, seguindo as ordens da justiça comum, que cedeu essa autorização para a equipe lusitana. Para o presidente da Portuguesa Ilídio Lico, que afirmou que determinou a saída da equipe de campo, durante jogo contra o Joinville, pela primeira rodada da Série B, diz que se sentiu pressionado. Afirmou que poderia ser preso se descumprisse a liminar em vigor, que devolve os pontos perdidos no ano passado à Lusa. Já o STJD informou que pode excluir os paulistas da competição, por terem abandonado o gramado.

VERGONHA é a palavra para que tudo isso esteja acontecendo. Não dá para admitir juízes tão lentos para definirem um caso simples, sempre com decisões em cima de decisões, prejudicando todos os envolvidos. Mas o mais prejudicado é o torcedor que acompanha sentado essa obra circense de promotores e advogados. Quem foi o palhaço da vez, realmente foi o torcedor da Joinville que deixou de curtir uma sexta-feira de feriado, para apreciar o descaso de um clube que não resolveu os seus problemas a tempo e deixou tudo para a ultima, atendendo a inútil decisão de um juizinho que aproveitou a parada do país para aplicar a liminar para interromper o inicio da competição.

Eu me enojo em escrever isso, pois hoje deveria ser um dia de festa, pois começa mais um torneio que deveria ser o mais esperado e sério do país, mas é a chacota mundial, decorrente aos seus dirigentes incompetentes e arcaicos. Vide que o novo presidente da CBF será Marco Pollo Del Nero, o eterno comandante da Federação Paulista de Futebol, que acabou com os clubes tradicionais do interior e esta extinguindo o futebol, com sua administração incoerente e sem conceitos teóricos para um gestor de massa.

Diante de toda essa história tenebrosa, que estamos passando, a única coisa que posso escrever para você, amigo de Limeira, é que veja tudo isso sentado em seu sofá saboreando um delicioso chocolate, pois é a forma de deixar o clima muito mais gostoso.