Alô Amigo!

O tempo voa muito rápido e a seleção brasileira tem um período curto para mostrar que será favorita na Copa do Mundo, de 2014, no Brasil. Todavia, a cada jogo uma história e uma convocação diferente por parte de Luiz Felipe Scolari.
Enquanto muitas outras seleções que estão em disputas contínuas, decorrente as Eliminatórias de seus continentes, a nossa esperança enfraquece a cada dia.

A Copa das Confederações será em Junho e não temos os 23 atletas que disputarão essa torneio.
Felipão diz que existem muitas posições a serem definidas para o primeiro teste de uma competição esportiva de grande porte, aqui, em nosso território.

Afirma que da Europa só tem uma duvida e a crer que é a vaga de Kaka, do Real Madrid. Porém, o meia madrileño disputa com o Ronaldinho Gaúcho. Esse ultimo esta bem no futebol nacional, mas o ritmo de jogo é diferenciado pelo futebol apresentado por outros jogadores que estão no Velho Continente. Já Kaka não esta sendo aproveitado pelo José Mourinho, treinador da sua equipe e, talvez, possa perder no critério condicionamento físico.

O destaque da ultima partida do Brasil diante a Bolivia foi Jadson, meia do São Paulo. O atleta é o jogador de maior numero de assistências nas competições que disputa com a camisa tricolor. E obviamente, corre contra o próprio Kaka e Ronaldinho Gaúcho.

Na zaga Réver, Dedé e Dante disputam duas vagas e provavelmente o ex-jogador do Vasco da Gama deve ser o excluído da lista final.

No gol, estamos bem servidos com Diego Cavalieri e Jeferson, sem comentar de Julio César que recuperou a autoestima e hoje é o homem de confiança de Felipão.
Mas vendo todas essas indefinições deixadas pelo ex-treinador e a obsolência de Felipão e Parreira, eu vejo que teremos muito trabalho para conquistarmos o hexacampeonato mundial.

Estou desacreditado, principalmente, após ver o jogo do Bayer de Munich e Barcelona. A qualidade dos europeus é superior demais em relação aos nossos jogadores. Não vou criar expectativas de títulos porque que tiveram quatro anos para se preparem e deixaram tudo para ultima hora. É lamentável saber que os gestores atuais não se planejam adequadamente para colher bons frutos no futuro e só pensam no presente. Até quando teremos esses péssimos administradores de confederações a frente do que mais motiva o povo, que é o futebol?

Siga as notícias do esporte no twitter @dalhedalhenogol

Sidney Botelho é patrocinado pela www.astechservices.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code