Alo Amigo! O domingo é de finados e quem esta de luto é o torcedor da Portuguesa, que amargou, no meio de semana, mais um rebaixamento no Campeonato Nacional, dessa vez para a série C do torneio.

É lamentável observar uma tradicional história se manchando decorrentes a falhas e erros de administrações dos últimos dois presidentes José Ilídio da Fonseca Lico e Manuel da Lupa. Eu vejo que são amadores para administrarem um clube do porte do que eles gerenciam.

No ano passado, a Lusa caiu por um erro de escalação do jogo Heverton, que culminou em perda de pontos e continuidade do Fluminense na elite do futebol brasileiro.

Erro técnico ou erro administrativo? Lógico que é administrativo, pois como não conseguem avaliar um jogador punido pelos órgãos que gerenciam a competição. Outro ponto, o treinador Guto Ferreira, não consegue descobrir se todos os atletas estavam liberados? Outro erro de gestão!

É lamentável observarmos o fim de uma equipe que disputou finais de competições estadual e nacional e, ao contrário de muitos clubes, possui o próprio estádio que não consegue manter a regularidade de publico, já que o próprio publico não colabora para o arrecadamento de receita para o clube.

Mas o que fazer a partir de agora? Simplesmente, é parar e mudar. Montar a estrutura organizacional e criar convênios com empresas e porque não, padarias que mantêm a cultura e a origem lusitana.

Outra situação e opção é criar uma parceria urgente com os grandes da capital, como Corinthians, Palmeiras e São Paulo. Creio que, neste momento, seja a melhor solução, sendo que a Federação Paulista e a CBF não ajudarão em nada, isso é verdade!

Então, Portuguesa de Desportos, meus pêsames!