Alo Amigo!

O futebol brasileiro voltou a sua realidade verdadeira nesta semana com as equipes mostrando a qualidade que é peculiar ao talento interno do esporte mais popular do país.

Depois do péssimo quarto lugar na Copa do Mundo e a vexatória eliminação da seleção canarinho no torneio internacional, o pensamento para alguns clubes continua o mesmo, o que fazer para não terminar o ano com mais um vexame ou fracasso?

Fracasso ou vexame é o que Flamengo, Palmeiras, Coritiba e Vitória não querem passar quando o calendário finalizar e assim todos permaneçam no grupo de elite.

Será difícil, pois o retorno das “férias” não foi o esperado, principalmente para os cariocas e paulistas, que tiveram reformulações que não surtiram efeitos. No Verdão, o argentino Ricardo Gareca não surpreendeu a torcida alviverde com a vitória esperada e ainda perdeu uma das ultimas estrelas da equipe, Valdivia, que foi para o futebol árabe.

O Mengão mergulhado em dividas tenta se recuperar com o que sobrou e foi derrotado, no meio de semana para o Atlético-PR que se manteve vivo na competição.

Avaliando os jogos deste meio de semana, os clubes que aproveitaram o descanso merecido para aprimorarem as técnicas e os treinadores implantarem as suas metodologias modernas e eficazes, foram São Paulo e Corinthians. O primeiro teve um desempenho acima do esperado diante do Bahia, sem contar com o todo o seu arsenal de atletas, porém Muricy Ramalho deu um conjunto uniforme que o meio de campo apoia com mais qualidade o ataque tricolor. O time do Morumbi contou com a estreia de Alan Kardec, que deixou a sua marca de artilheiro e mostrou que não vai permitir que Alexandre Pato se destaque e ganhe oportunidades no time titular. O bom futebol dos tricolores foi apresentado sem a presença de Luis Fabiano e Kaka, que fez o Paulo Henrique Ganso acordar.

No Corinthians, o time de Mano Menezes continua o mesmo, porém o torcedor pode comemorar a primeira vitória no seu estádio, ou melhor, na sua arena. O dia 17 de Julho de 2014 entra nas recordações dos corinthianos como o primeiro êxito do clube. O placar de 2 a 1 diante do Internacional só evita gozações, mas não é a realidade do Timão que pode ganhar corpo ao longo da competição, pois as recentes contratações devem condecorar os alvinegros com, no mínimo, a classificação para a Copa Libertadores da América no próximo ano. Destaque das contratações , foi a chegada de Lodeiro, para apoiar o peruano Guerreiro que tem o respeito dos torcedores e apoio da diretoria, decorrente ao seu histórico no clube.

Mas ficou evidente essa semana que a nostalgia pós-Copa tomou conta de muitos torcedores apaixonados pelo futebol, principalmente aquele torcedor que visitou as arenas durante o Mundial de Seleções e foi ver o clube de coração. Resultado final, tristeza dentro e fora de campo, na qualidade dos atletas e a qualidade dos serviços oferecidos pelos prestadores contratados pelos clubes. É voltamos a ser o Brasil que conhecemos, mas somos felizes assim!