Alo Amigo!

O Campeonato Brasileiro chegou a sua décima edição na nova metodologia de pontos corridos e, parece que vivemos a primeira edição, quando o Cruzeiro sagrou-se campeão nacional, no ano de 2003. Coincide até com a série inferior, quando o Palmeiras foi campeão respectivamente do torneio.

Não muito diferente daquele ano, o time cruzeirense abriu uma vantagem significativa para os adversários e não toma consciência em bater todos que passavam a sua frente, vejam o que aconteceu com a Portuguesa, no meio de semana, quando foi massacrada pelo placar de 4 a 0 e o Náutico, neste domingo, 4 a 1.E a Lusinha estava bem e tinha aplicado o mesmo placar diante do Corinthians, na rodada anterior.

Praticamente nas próximas rodadas, e não vai demorar muito, teremos a confirmação do excelente ano que vive os mineiros. Aliás, o técnico Marcelo Oliveira mostrou o seu diferencial, porém chegou desacreditado e hoje, todos têm que engolir o seu trabalho e aceitar que erraram ao torcerem o nariz pela sua carreira vitoriosa, desde o Coritiba. Oliveira mostra que o futebol precisa inovar e é exemplo vivo que isso se faz quando os clubes dão oportunidade aos técnicos sem expressão e que possuem qualidade igual ou superior aos renomados treinadores, vide Luxemburgo, Mano Menezes, Abel Braga, dentre outros.

Mas o mérito não é apenas do treinador e sim do conjunto do time azul, que demonstra dentro de campo a unidade necessária para alcançar os objetivos definidos. Os jogadores sabem o que terão que fazer e quando alguém se machuca ou até mesmo é substituído a alteração, surti efeito e o ritmo não se modifica e o time segue o plano de jogo.

Nós paulistas e cariocas temos que nos curvar ao planejamento dos times das Minas Gerais, Atlético e Cruzeiro. Realmente, o ano de 2013 é deles e temos que elogiarmos o trabalho das duas diretorias, que mostram que mesmo sem a vitrine e ou exposição na mídia que possuem as demais equipes de outros estados, ambos puderam trazer jogadores vitoriosos e experientes que juntos mostraram engajamento e entrosamento eficazes para não decepcionarem os seus respectivos torcedores.

Na verdade, temos que admitir o dito popular que os mineiros estão comendo bem quietinhos e aos poucos vão papando tudo que vêem pela frente e, o Brasileirão 2013 já esta nas mãos deles.

A hegemonia dos times de São Paulo e Rio de Janeiro esta se perdendo com a péssima estratégia das atuais diretorias e comissões técnicas, que não souberam contratar ou exprimir o potencial dos seus atletas atuais, todavia os investimentos realizados estão aquém do esperado e esta incomodando milhares de torcedores e até o próprio elenco.

Amigo torcedor eu, particularmente, espero que essa fase, destes tradicionais clubes, passe logo, pois pelo caminhar da carruagem não teremos nenhum time, desses estados, na Copa Libertadores da América no próximo ano, o que perderia o interesse total pela competição sul-americana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code