Tite, o súdito de Neymar!


Alô Amigo!

O clima da Copa América está no ar, pois em poucos dias iniciará a competição mais importante do nosso Continente.

Pensar que é o segundo principal celeiro de craques do mundo, a América do Sul, mas afirmo que nunca chegaremos aos pés dos europeus, devido a administração amadora da Conmebol.

Deixamos as gestões dos dirigentes sul-americanos de lado e vamos falar do nosso problema interno, pois é muito grave vermos o que fazem e sem preocupação alguma sobre o que o torcedor pensa e deseja para a seleção brasileira.

É lamentável ver como o técnico Tite se curvou para os comandantes da CBF e apenas vê o que é conveniente para ele e dos patrocinadores da instituição que é responsável pelo nosso futebol.

Não sei você, mas eu não gostei da convocação dos atletas, na última sexta-feira, dia 17, pois esquecer o Lucas Moura e o Vinícius Júnior foi a mesma irresponsabilidade de não levar Paulo Henrique Ganso e Neymar para a Copa do Mundo de 2010.

O atacante do Tottenham foi autor de três gols na semifinal da Liga dos Campeões e ajudou a sua equipe em jogos decisivos no Premier League e, talvez não conseguirá ter uma nova oportunidade e lamentaremos muito a sua ausência. O atacante do Real Madrid, pode até ser jovem para a disputa, mas em dois anos estaria muito mais preparado para a Copa do Mundo de 2022 ou até mesmo para os Jogos Olímpicos de 2020, então por que não testa-lo agora?

A minha maior indagação é referente a resposta sobre a atitude do mimado Neymar, que ao contrário de Douglas Costa, foi apenas orientado e não sofreu nenhum repúdio ou nenhuma punição do treinador e não me estranhará se ele for beneficiado com a faixa de capitão neste torneio que será realizado em terras brasilis.

Eu gostaria de saber, por que passam tanto a mão na cabeça deste atleta? Será que ele é maior que a seleção brasileira?

Eu sei que patrocinadores exigem a presença dele, mas estamos falando de esporte coletivo e não de um de uma modalidade individual. Vamos tomar juízo e acordar para a realidade e perceber que não dá mais para aguentarmos tanta vaidade e pouco retorno dentro de campo. Neymar não é mais criança e está no momento de mostrar que merece o respeito de melhor do mundo, não de chacota mundial.

Não acredito que conquistaremos o título e vamos seguir com tabu por mais alguns anos, pois desde 2007 não ganhamos o caneco. Mas o momento é outro e analisando os vizinhos, teremos que apreciar Messi e Suarez que na minha opinião virão com mais vontade do que o ex-companheiro de Barcelona, dificultando ainda mais a possibilidade de subirmos ao topo do pódio e gritarmos é campeão.

É amigo torcedor, começa a avaliar os treinadores que temos, pois em Julho algum time grande perderá o seu comandante para a seleção brasileira.

 Sidney Botelho – Instagram @sidneybotelhooficial