Brasileirão 2019, o mais competitivo da década!

Alô Amigo!

O Campeonato Brasileiro chega a sua metade e o que vemos são times fortes no topo e os que erraram no planejamento seguindo o que traçaram como objetivo.
Destaques da temporada vejo Flamengo e Santos, com o Palmeiras correndo atrás, mas não com o ritmo inferior aos rivais, mas sim, pela crise que o próprio elenco criou depois da parada da Copa América.
É muito curioso a regularidade das equipes, neste ano, pois diante de cada partida, os resultados são equivalentes e com poucas oscilações e variações.
Flamengo e Santos são equipes de formações distintas e o investimento dos cariocas foi infinitamente superior ao dos paulistas. O Mengão começou com Abel Braga, mas a torcida o tirou e foi em um bom momento, que com a chegada de Jorge Jesus o time se uniu, mas não podemos deixar de enxergar o elenco fantástico de Gabigol, Arrascaeta, Bruno Henrique, Filipe Luiz, Everton Ribeiro, dentre outros que aprenderam a jogar em conjunto e formar esse esquadrão. No Peixe, o diferencial é o técnico Jorge Sampaoli, que pediu e não foi atendido com os suas solicitações e teve que agir e hoje, mostrou que um time sem estrelas, com exceção de Soteldo, que pra mim é o melhor de todos os seus companheiros, não chegaria nesta fase da competição com tanta chance de conquistar o título.
O Palmeiras está assim pelas próprias pernas. Afirmo em dizer que se não fosse a OBSESSÃO de querer a Libertadores e o Mundial de Clubes, tudo seria mais fácil e como dito anteriormente, em minhas colunas, os atletas não possuem o DNA da Acadêmica de Futebol.
Não posso deixar de avaliar o Corinthians, que não engrena e patina em momentos obrigatórios de vencer, Carille não encontrou o atacante certo para alcançar os pontos que precisa. Já o São Paulo, contou com a chegada de Daniel Alves, Juanfran, Alexandre Pato e Hernanes, mas apenas os dois primeiros mostram algo mais para o técnico Cuca, que sofre em colocar o time no eixo.
Eu acredito que outras duas equipes serão algozes destes citados, falo de Athlético-PR e Internacional-RS, que após a final da Copa do Brasil, assumirão a função de referências do Brasileirão 2019. Se não tirarem o pé, poderão chegar entre os quatro primeiros colocados, não vencerão a competição, mas darão trabalho.
Você deve querer me perguntar – Qual time será campeão?